top of page
  • Foto do escritorPriscila Lemes Marques

Como lidar com o aumento recorrente do preço dos materiais de construção?

Os preços dos insumos para construção não param de subir. A todo momento nos deparamos com novos preços, reajustes e mais investimento é necessário para finalizar as obras.

É algo que ocorre e que não conseguimos prever com exatidão o quanto vai subir até o final da obra, quanto mais precisará ser alocado para terminar a construção.

Então, o que fazer para minimizar o impacto de algo que não é controlado por nós?

Veja 03 dicas da equipe PROTEC para você lidar da melhor forma possível com o aumento recorrente nos preços dos materiais.


Maquinário e materiais para obras. Créditos: Pexels.
Maquinário e materiais para obras. Créditos: Pexels.

1 Planejamento para reduzir prejuízos

Essa pode parecer óbvia, mas muitos profissionais não fazem e se perdem no caminho da construção com mais e mais dinheiro alocados na obra.

Na fase do planejamento financeiro, sempre considere o índice de inflação no setor, a previsão para os próximos meses e uma reserva que seja suficiente para cobrir o aumento no preço dos materiais ao longo da construção.

O melhor jeito de não ser pego de surpresa é com um bom plano e uma segurança em mãos.

Assim, aconteça o que acontecer, você está preparado.

2 Conte com o poder de negociação da sua empresa

Sua construtora possui uma boa reputação no mercado? Cumpre sempre com os compromissos financeiros?

Ainda que você esteja negociando com um novo fornecedor, a boa reputação da sua marca fará toda diferença para conseguir negociar melhores preços, condições de pagamento e compra por volume de materiais.

Um contrato de fidelidade para toda a obra que garanta a entrega dos materiais pelo melhor preço é um bom negócio para ambas as partes.

Use todo poder que a empresa tem para negociar com os fornecedores e conseguir sofrer menos com o ajuste de preços no decorrer da obra.

3 Instrua os colaboradores sobre desperdício

Essa ação pouca gente tem.

Reclamam que os colaboradores não têm cuidado, atenção e desperdiçam muito material, mas nenhuma atitude para prevenir esse comportamento é tomada.

Converse, instrua, faça palestras, materiais educativos e supervisione sua equipe durante a obra.

Quanto menos desperdício acontecer, menos você precisará comprar mais material e, dessa forma, você economiza e não se assusta com os novos preços a cada compra que precisar fazer.

Mais economia para seu 2022!

O reajuste nos preços é algo comum ao setor e agora vem acontecendo com mais frequência. Por isso, você precisa estar preparado para não sofrer com o impacto desse movimento do mercado e estar à frente dos demais, preparado para qualquer situação.

Está pronto para conseguir economizar mais neste ano?

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page